<![CDATA[PROREAB - +informação]]>Sat, 04 Nov 2017 05:27:14 +0000Weebly<![CDATA[Stretching Global Ativo (SGA)]]>Thu, 13 Jul 2017 18:15:25 GMThttp://proreab.pt/informaccedilatildeo/stretching-global-ativo-sga
Picture
Márcia Caramujo, fisioterapeuta
PictureUma das várias posturas utilizadas em Streching Global Activo

O que é?
O Stretching Global Ativo (SGA) é um método de alongamento progressivo e não forçado que tem como objetivo reestabelecer a força, o comprimento e a flexibilidade dos grupos musculares enrijecidos pela prática desportiva e por movimentos/posturas impróprias relacionadas com o trabalho.


O que difere o SGA dos alongamentos clássicos?
Os alongamentos clássicos atuam de forma analítica, trabalhando cada músculo de forma individual. O SGA baseia-se em 5 princípios que o diferencia dos alongamentos clássicos:
1.    Os músculos organizam-se em cadeias musculares, estando relacionados entre si.
2.    Cada músculo tem diferentes fisiologias.
3.    Os alongamentos são sempre ativos e globais.
4.    O estiramento muscular segue os mesmos princípios dos materiais viscoelásticos.
5.    A respiração é o motor do alongamento.

O SGA é realizado em auto-posturas de alongamento das cadeias musculares retraídas associadas a um trabalho respiratório controlado. Trabalha de forma global mas com base numa avaliação específica de cada indivíduo, de acordo com as necessidades das atividades de um grupo de atletas ou de pacientes comuns.
Este trabalho em globalidade evita compensações noutras partes do corpo preservando o eixo e o espaço das articulações, as curvaturas da coluna e os seus discos intervertebrais. Desta forma é possível atenuar os efeitos da sobrecarga de estruturas músculo-esqueléticas consequentes de movimentos repetidos de cada atividade.
 

Quem beneficia com o SGA?
O SGA foi inicialmente desenvolvido para desportistas. Um bom trabalho de alongamento dos grupos musculares permitirá ao atleta uma melhor capacidade de movimento, força, equilíbrio e boa postura durante a sua prática desportiva potenciando a sua performance. Assim, no desportista o SGA deve ser integrado como:
- Preparação do treino
- Recuperação do treino
- Recuperação de lesões
- Prevenção de lesões
Adicionalmente, esta modalidade mostra-se, hoje em dia, como sendo uma mais-valia no campo da prevenção e tratamento de lesões relacionadas com o trabalho. Assim, qualquer pessoa beneficia com a prática de SGA.
 
Vantagens do SGA
§  Aumenta a flexibilidade global do corpo;
§  Corrige a morfologia corporal;
§  Liberta as articulações;
§  Melhora e potencia as capacidades individuais de cada pessoa;
§  Favorece o desaparecimento de compensações e rigidez;
§  Promove uma melhor postura, evitando a compressão articular;
§  Ajuda na diminuição da tensão muscular provocada por atividades repetidas, por stress, ansiedade, dor (…);
§  Facilita a chegada de nutrientes a todos os tecidos do nosso corpo e a “limpeza” dos resíduos do seu metabolismo;
§  Previne lesões preparando o corpo para diferentes tipos de movimento e de intensidade durante a atividade.


]]>
<![CDATA[LIGADURAS FUNCIONAIS]]>Thu, 09 Feb 2017 23:52:02 GMThttp://proreab.pt/informaccedilatildeo/ligaduras-funcionaisKINESIO
Picture
Aplicação de banda de kinesio, para melhorar o movimento do tornozelo



Picture
Aplicação de banda de kinesio, para promover a drenagem do joelho


​KINESIO TAPE

A aplicação de KINESIO Tape reduz edemas e a dor de lesões musculares. 
A dor causada pela pressão exercida nos recetores, sensoriais e neurológicos, é aliviada através das ondulações que a banda promove, elevando a pele o que melhora a circulação sanguínea e permite que o sistema linfático flua mais livremente.
Este tipo de tape permite uma utilização de 3 a 5 dias, uma vez que é resistente e à prova de água, garantindo um efeito terapêutico 24h/dia, constituindo-se assim num aliado ao tratamento extremamente económico e com excelentes resultados.

​Atenção! 
Para conseguir uma melhor rentabilidade da sua utilização, deve ser aplicada por um profissional qualificado.

Um pouco de história e curiosidades

Hoje em dia sabemos que é de vital importância manter os músculos em movimento, de forma a melhorar a circulação sanguínea, reduzir a dor, aumentar o metabolismo celular e, consequentemente, acelerar o processo de regeneração celular.

Esta foi a principal linha de raciocínio  e motivo que levou, na década de 70, o quiroprata japonês Dr. Kenzo Kase, a desenvolver um método que assegurasse tudo isto, mas que se diferenciasse dos métodos tradicionais que visavam a imobilidade das estruturas lesadas e, por sua vez, atrasando o processo natural de regeneração e cura natural do nosso organismo. Assim nasceu o Método de Kinesio Taping®, que deve o seu nome ao ramo da ciência responsável pelo estudo do movimento humano, a cinesiologia (do termo inglês ‘Kinesiology’).

Desde a sua popularização no mundo do desporto, que o método foi contestado por vários cépticos, afirmando que se tratava mais de uma moda (especialmente devido ao forte impacto visual das cores utilizadas) e não passava de um placebo.
Apesar dos estudos científicos ainda não reconhecerem completamente a sua eficácia terapêutica, a experiência clínica diária vem comprovar que este método é eficaz, quando utilizado em conjunto com outras técnicas por parte do Fisioterapeuta, através de uma avaliação rigorosa e raciocínio clínico.

O que é o Kinesio Taping®?

O método Kinesio Taping® é uma técnica de reabilitação, projetada para facilitar o processo de cura natural do corpo, proporcionando suporte aos músculos sem restringir a amplitude de movimento do corpo e articulações, além de proporcionar uma modulação prolongada dos tecidos moles (pele, músculos, fáscia). Desta forma, o Kinesio Taping® irá prolongar os benefícios de todas as outras técnicas e terapias utilizadas dentro do cenário clínico.

O método de Kinesio Taping® é seguro para todos os pacientes, desde crianças até a idosos e ajuda com sucesso, a reabilitar uma variedade de doenças ortopédicas, neuromusculares e neurológicas.
A avaliação clínica pelo fisioterapeuta, determina as especificidades da aplicação de Kinesio e outros possíveis tratamentos ou modalidades. Aplica-se no paciente, com base nas suas necessidades após a avaliação. 
A sua aplicação é feita através da utilização de tiras em "I" individuais ou alternativas na forma de um "X", "Y" ou outras formas especializadas, bem como a direção e a quantidade de estiramento colocado na fita no momento da aplicação. Com isto, o Kinesio pode ser aplicado de diversas maneiras, ajustando-se especificamente ao indivíduo e tem a capacidade de reeducar o sistema neuromuscular, reduzir a dor e a inflamação, promover a boa circulação e cicatrização e ajudar a devolver o corpo à homeostase.

Quais as características da Kinesio Tape?
  • Muito fina - de forma a assegurar a amplitude total de movimento da estrutura
  • 100% algodão de alta qualidade permeável ao ar – para proporcionar o maior conforto possível, permitindo que a pele respire e que o suor e humidade esvaneçam
  • 140% elasticidade – igual à pele e músculos humanos
  • Adesivo de acrílico – ativado por calor (fricção)
  • Duravél – 3 a 5 dias por aplicação
  • Hipoalérgica – 99.99% dos casos dentro do prazo limite de uso
  • Sem medicação
  • 0% Latex

Quais o efeitos do Kinesio Taping®?
  • Suporte muscular – A aplicação correta de Kinesio melhora a função muscular e a sua capacidade de contração mesmo em estados de atrofia e/ou fraqueza muscular, reduz a sensação de dor e cansaço. Actua também como forma de proteção no caso de cãimbras, distensão e contração excessiva.
 
  • Drenagem de flúidos – Apesar de existir técnicas específicas mais focadas neste aspecto de drenagem, todas as aplicações de Kinesio melhoram a circulação sanguínea e linfática, reduzindo o edema (inchaço) e o excesso de detritos metabólicos.
 
  • Alívio de dor – Tal como quando nos magoamos a primeira reacção é cobrir a área lesada com a mão (por exemplo), também o Kinesio Taping® irá ter esse efeito de analgesia. Isto irá ativar o sitema natural analgésico do nosso corpo sendo que, neste caso, se prolongará pelo tempo em que a tape estiver aplicada.
Ao atingir diferentes receptores dentro do sistema somatossensorial, o Kinesio Taping® alivia a dor e facilita a drenagem linfática através do levantamento microscópico da pele. Este efeito de elevação forma pregas na pele, aumentando assim o espaço intersticial e permitindo uma diminuição da inflamação das áreas afetadas.


Mitos e Verdades

MitoO Kinesio Taping® coloca as articulações e ossos na sua posição correta.
Verdade – Apesar de algumas técnicas de aplicação, poderem dar a sensação ao paciente de que, por exemplo, o ombro está mais para trás, esta sensação deve-se sim à modulação que está a ser feita a nível da pele, muscular e sistema nervoso. Esta modulação leva a um reequilíbrio do sistema neuromuscular que irá, progressivamente, levar a esse reposicionamento.

Mito – O Kinesio Taping® tem medicação anti-inflamatória
Verdade – Todo o material utilizado segundo o método de Kinesio Taping® é feito de 100% de algodão de alta qualidade. A sensação de alívio de dor está diretamente relacionada com a atuação do Kinesio no sistema somatossensorial.

Mito – As cores têm influência
Verdade – A cor de cada rolo de Kinesio é completamente irrelevante, relativamente à rigidez, elasticidade, eficiência e efeito térmico. A questão da cor prende-se unica e exclusivamente, à preferência individual de cada paciente em termos estéticos. Algumas marcas de Kinesio Taping® têm, inclusive, padrões de cores, sendo que estes também em nada influenciam a eficácia e sua qualidade.

Outros tipos de tapes


McConnel Taping®
A técnica de McConnel Taping® utiliza uma ligadura super-adesiva, de rigidez extrema.
A sua aplicação tem como objectivo atuar a nível biomecânico corrigindo eventuais falhas posicionais, sendo muito utilizada em casos de subluxação patelofemoral ou do ombro. O paciente usualmente não mantém a ligadura por muito tempo devido ao seu efeito sufocante e possível reação negativa ao nível da pele.

Picture
Ligadura Funcional aplicada em tendinite de quervain
Ligaduras funcionais - Tape branca 
Este tipo de tape é utilizado principalmente em Ligaduras Funcionais que visam a proteção de lesões agudas, de forma a limitar o movimento por completo ou apenas parcialmente. Esta tape é rígida e requer a aplicação de pre-tape antes da sua aplicação de forma a proteger a pela da irritação causada pela acumulação excessiva de suor aliada a um alto teor de latex e elevado índice de compressão na pele, músculos e articulações. Por regra, estas ligaduras são usadas durante curtos períodos de tempo e retiradas imediatamente a seguir ao evento ou atividade decorrido.

A Ligadura Funcional apoia e protege estruturas funcionais, lesionadas ou submetidas a esforços específicos, limitando e controlando gestos susceptíveis de provocar ou agravar a lesão em causa, permitindo deste modo uma função eficaz mas nos limites de segurança. 


Tem a funcionalidade de preservar as estruturas lesionadas e acelerar o processo de reparação tecidular. A sua forma de actuação é bastante selectiva porque limita os movimentos que agravam a lesão em causa, tendo a vantagem de permitir movimentos não prejudiciais, que podem facilitar a recuperação da lesão pelo movimento desde que este não seja doloroso. 
]]>
<![CDATA[FISIOTERAPIA DESPORTIVA]]>Thu, 09 Feb 2017 23:28:19 GMThttp://proreab.pt/informaccedilatildeo/fisioterapia-desportiva
Fisioterapia no Desporto é uma área da Fisioterapia que intervêm na prevenção, tratamento, reeducação funcional de movimentos e/ou lesões decorrentes da prática desportiva.  E quando falamos em desporto, não nos referimos somente a alto rendimento. O indivíduo que costuma fazer caminhadas, que joga futebol uma vez por semana com os amigos, que pega na bicicleta ao fim de semana, para fazer uns quilómetros, também é desportista! O nosso corpo agradece a prática de exercício físico regular.
 
Tendo como objetivos principais a melhoria da performance desportiva, a prevenção de lesões e a introdução ao treino após lesão ou após longa paragem, a ProReab - Reabilitação Avançada possui profissionais qualificados e experientes nesta valência, com competências na área da promoção da atividade física e na educação e aconselhamento do atleta.

Dispomos do equipamento de radiofrequência, o INDIBA Activ, muito procurado por atletas, não só pelos resultados rápidos no processo natural de recuperação do corpo, como no alívio dos sintomas decorrentes da prática intensiva de treino.

Fazemos treinos individualizados e/ou elaboramos planos personalizados para diferentes objetivos. 

Utilizamos o treino neuromuscular como complemento de vários programas.

Nunca se esqueça que a forma e a técnica com que pratica a sua actividade desportiva influencia não só o seu rendimento, mas também a sua saúde músculo-esquelética.

TREINO NEUROMUSCULAR

Este tipo de treino estimula capacidades que não são desenvolvidas pelos exercícios tradicionais e ainda favorece o ganho de padrões de postura, equilíbrio e movimento.
Assim, consegue-se melhorar o gesto técnico desportivo e a sua adaptação a movimentos bruscos inesperados, diminuindo os riscos de lesões.

]]>
<![CDATA[TERAPIA LINFÁTICA DESCONGESTIVA]]>Wed, 08 Feb 2017 13:01:07 GMThttp://proreab.pt/informaccedilatildeo/terapia-linfatica-descongestivaHá que diferenciar o objectivo desta terapia. Pode ser utilizada em casos de retenção de líquidos, ou em casos mais complexos, como pós cirurgicos onde tenham sido removidos os gânglios linfáticos, que podem resultar em situações de linfedema. Explicamos com mais detalhe cada uma das intervenções:

PARA RETENÇÃO DE LÍQUIDOS

Porque é que a retenção acontece?

​As alterações hormonais podem contribuir, e muito, para este problema, bem como a hereditariedade, a falta de exercício, a pouca ingestão de líquidos ou a forma como nos alimentamos: a falta de certas vitaminas pode ser a causa do problema, assim como ingerir muito sal, uma vez que este dificulta a eliminação da água do organismo.
Contudo, há outros factores na origem da retenção e simples do quotidiano: roupa demasiado apertada, ficar muito tempo sentada ou em pé, stress, ansiedade, temperaturas muito elevadas, pressão atmosférica (andar de avião).
Causas mais complexas e que exigem uma avaliação médica, (uma vez que a retenção de líquidos se manifesta apenas como sintoma) são: o hipotiroidismo, insuficiência renal, cardíaca ou problemas circulatórios.


Identificar a retenção de líquidos

Geralmente, a maioria das mulheres consegue perceber os sinais do “inchaço” em zonas mais susceptíveis, como as pernas. Se comprimir ou apertar de forma contínua a pele das pernas e, quando soltar o dedo, ficar marcado, doer ou a pele demorar algum tempo a voltar ao normal, é porque está a reter líquidos nessa zona. 

Como combatê-la
Beber àgua pode parecer um paradoxo mas, ao ingerir líquidos, o corpo consegue eliminar de forma mais eficaz as toxinas acumuladas, libertando-se assim da retenção. 
Tenha em conta alguns conselhos:
  • beber muita água, infusões e chás ao longo do dia (uma mulher adulta deve beber diariamente 1,5 litros de líquidos e um homem 1,9 litros).
  • Consumir alimentos ricos em água e potássio (que estimula a eliminação de água do organismo), como vegetais e fruta.
  • Praticar atividade física com frequência e evitar o sedentarismo.
  • Drenagens linfáticas e chás diuréticos ajudam quem tem dificuldade em eliminar os líquidos do corpo.
  • Diminuir drasticamente o consumo de sal. Segundo a Organização Mundial de Saúde, o máximo de sal que devemos ingerir por dia ronda os cinco gramas, quando a média de consumo anda nos 12 gramas.

PARA PÓS OPERATÓRIO - mastectomia

O cancro de mama é o segundo tipo de cancro mais comum entre as mulheres. 
A cirurgia é parte do processo terapêutico na prevenção da proliferação da doença, porém, pode ser causa de algumas complicações como o linfedema. 

O que é o linfedema?

O linfedema é a retenção localizada de fluídos, provocada por um bloqueio ou obstrução do sistema linfático. 
Após a cirurgia de retirada dos gânglios linfáticos, os pacientes evoluem, normalmente, com certo grau de edema, pois a capacidade de absorção do excesso de líquido fica reduzida. 

Como se trata?

Se o linfedema for de menor grau, sem fibrose, podemos tratar somente com drenagem linfática, exercícios, equipamento de pressoterapia e uso de mangas elásticas. 

Se for de um grau maior, com grande quantidade de líquido e presença de fibrose podemos tratar com a Terapia Descongestiva Linfática, o método mais indicado para redução do linfedema, segundo a Sociedade Internacional de Linfologia, com o objetivo de direcionar o edema para vias que se mantêm íntegras após as incisões cirúrgicas, podendo, então, ser reabsorvido.

A
Terapia Descongestiva Linfática é composta por drenagem linfática manual especializada, cuidados de pele, compressão por manga elástica compressiva, pressoterapia e exercícios miolinfocinéticos. Estes cinco componentes devem ser realizados em conjunto e eventualmente podem sofrer alguma modificação na sua aplicação dependendo do quadro clínico do paciente. Se realizados separadamente o resultado pode mostrar-se ineficaz.

As contrações musculares realizadas numa sequência específica (geralmente a partir das extremidades em direção ao tronco) podem aumentar o retorno linfático. Além disso, podem ser feitos exercícios para alongar os músculos. Exercícios que enfatizam a respiração profunda e flexibilidade tais como a Yoga e o Pilates, podem ser particularmente benéficos.
]]>
<![CDATA[OSTEOPATIA]]>Mon, 06 Feb 2017 09:42:37 GMThttp://proreab.pt/informaccedilatildeo/osteopatia
A Osteopatia é uma terapia manual e um sistema de avaliação, com princípios próprios subjacentes.

Permite detectar e tratar as disfunções do movimento  ao nível neuro-músculo-esquelético, visceral e craniano, restabelecendo a natural capacidade de cura do organismo, visando restaurar o seu equilíbrio global, o movimento, posição e vascularização normais.
Através de técnicas manuais, detecta disfunções e desalinhamentos presentes e actua na sua correcção. 

Na Osteopatia o objetivo é sempre encontrar a causa do problema e tratá-la de forma eficaz. 
Esta é uma abordagem terapêutica que pretende ser global e cujos resultados são normalmente rápidos e eficazes.

Na ProReab, a Osteopatia e a Fisioterapia complementam-se, uma vez que a Osteopatia permite uma libertação e realinhamento geral,  seguindo-se as ferramentas da Fisioterapia, que conseguem manter a postura correcta e desenvolver os músculos, de forma a contribuir para uma maior estabilidade estática e dinâmica do paciente, levando a uma correcção mais exacta e prolongada.
]]>
<![CDATA[pilates clínico]]>Mon, 06 Feb 2017 09:24:51 GMThttp://proreab.pt/informaccedilatildeo/pilates-clinico
Consiste num conjunto de exercícios, adaptados dos exercícios originais, divididos em vários graus de dificuldade, de forma a ser mais direcionado para a reabilitação física. 

Na ProReab, a aula é individual, tendo em consideração o problema específico de cada pessoa.

Estes exercícios têm como princípios a manutenção da estabilidade da coluna (centro); um correto alinhamento corporal coordenado com a respiração; a precisão, o controlo e a fluidez de movimentos; e a concentração, de modo a desenvolver a consciência corporal.

"Poucos movimentos bem feitos realizado de forma correta e equilibrada valem por muitas horas de ginástica." J. H. Pilates
]]>
<![CDATA[FISIOTERAPIA UROGINECOLÓGICA]]>Mon, 06 Feb 2017 09:07:36 GMThttp://proreab.pt/informaccedilatildeo/fisioterapia-uroginecologica
Especialidade da fisioterapia que trata disfunções do Pavimento Pélvico (PP), sendo a mais comum a Incontinência Urinária.

É uma área em franca expansão, que tem mostrado bons resultados no controlo da incontinência de esforço, em alternativa à cirurgia.
Os músculos do PP e do core abdominal, em sinergia com as estruturas lombo-pélvicas, têm a função de suportar os órgãos internos, mantendo o seu correto alinhamento e funcionamento.


Estas estruturas estão sujeitas a atrofia/enfraquecimento devido a alterações hormonais, menopausa, envelhecimento natural, sedentarismo, maus hábitos alimentares entre outros factores de risco que dão origem a alterações na capacidade de continência urinária, flatulência e por vezes fecal.

O tratamento consiste no aumento de perceção corporal, ensino de exercícios simples, de modo a fortalecer a componente muscular e desta forma optimizar o funcionamento visceral.
]]>
<![CDATA[RADIOFREQUÊNCIA - INDIBA ACTIV]]>Mon, 06 Feb 2017 09:06:35 GMThttp://proreab.pt/informaccedilatildeo/radiofrequencia-indiba-activ
Picture
Diversos atletas de alto rendimento confiam nos efeitos do Indiba Activ

​Este equipamento é o único dispositivo médico utilizado em fisioterapia e é uma ajuda essencial em grande parte dos tratamentos.

É um método não invasivo, seguro e confortável.

Acelera o processo de recuperação natural do corpo. Graças ao sistema proiónico permite activar o metabolismo celular, restabelecendo o seu equilíbrio, aumentando a vascularização e a temperatura interna nos tecidos tratados.
O resultado é uma aceleração mais rápida do processo natural de recuperação do corpo, aliviando a dor desde a primeira sessão.
 
O Indiba activ, normaliza a amplitude de movimento e o tónus muscular e aumenta a flexibilidade. Em simultâneo, a drenagem produzida, ajuda a diminuir a inflamação.
 
Indiba e desporto de alta competição
A experiência no desporto de alto rendimento, levou a integrar simultaneamente técnicas de terapia manual, conseguindo uma maior eficácia no tratamento.
]]>
<![CDATA[REEDUCAÇÃO POSTURAL GLOBAL]]>Mon, 06 Feb 2017 08:53:06 GMThttp://proreab.pt/informaccedilatildeo/posturologia-clinica

Por Lillian Castelão
Fisioterapeuta, Osteopata C.O., 
Pós Graduação em Reeducação Postural Global





Trata-se de um método de avaliação, diagnóstico e tratamento que procura corrigir as alterações posturais e assim, aliviar as causas que originam as dores.

Como é uma sessão de RPG?
Em simultâneo com um trabalho respiratório especifico, são realizados exercícios ativos, onde os músculos responsáveis pelas alterações posturais são alongados na sua globalidade, resultando numa correcção postural, aumento da capacidade ventilatória pulmonar e melhor consciencialização do alinhamento do corpo.
Está indicado não somente para quem sente dores, mas também para quem pretende corrigir a postura do seu corpo.

Problemas mais comuns:
  • Escoliose;
  • Dor Ciática;
  • Hérnia Discal;
  • Hipercifose Dorsal (coluna “Corcunda”);
  • Joelhos valgos (virados para dentro) e varos (“arqueados”);
  • Pé Plano/Cavo;

As posturas incorrectas contrariam o equilíbrio corporal e representam um dos principais factores de risco das doenças que afectam a coluna: uma das principais causas de incapacidade física em Portugal.

Na nossa rotina, pode até parecer insignificante, mas a postura corporal tem uma importância extrema para a nossa saúde.
​Durante o dia, o corpo adota posturas incorrectas, seja durante as refeições, a conduzir, no trabalho, a estudar...
A forma como o corpo se tenta corrigir, exige sobrecarga de alguns músculos, articulações, ligamentos, o que normalmente resulta em dores por 'stress mecânico'.
Uma postura que fuja do padrão normal, pode trazer transtornos muito sérios para a saúde, pelo que deve ser corrigida.



​Escoliose

A escoliose é uma patologia progressiva, isto é, sendo detectada durante o crescimento -se não existir a abordagem de tratamento adequada- tende a piorar, intensificando dores e acentuando deformidades. Por esse motivo, estes casos são particularmente difíceis e exigem formação especializada por parte do fisioterapeuta responsável (nomeadamente no método de Reeducação Postural Global)
Na ProReab existem profissionais com estas competências.

A coluna vertebral vista por trás deve ser reta, alinhada.
escoliose é uma deformação morfológica da coluna vertebral nos três planos do espaço (Souchard e Ollier, 2001).
Assim, verifica-se uma torsão da coluna, não somente para os lados, mas para frente e para trás e em volta do seu próprio eixo. Essa torção em maiores graus determina a gravidade da escoliose e a forma de ser tratada.
Classificação da escoliose quanto a forma da curva: curva simples, sendo esta à direita ou à esquerda (escoliose em “C”); Curva dupla, (escoliose em “S”). Lembrando que a direcção da curva é sempre identificada pela convexidade da coluna.
Classificação das curvaturas escolióticas, podendo estas serem: cervicotorácicas, torácicas, toracolombares, lombares e lombossacrais.


CAUSAS DA ESCOLIOSE
  • Idiopática : causa desconhecida (70% dos casos)
  • Neuromuscular : seqüela de doenças neurológicas, como por exemplo poliomielite, paralisia cerebral.
  • Congénita : oriunda de uma má-formação
  • Pós-traumática

DIAGNÓSTICO
O diagnóstico é feito através de testes clínicos e de radiografias.
Em todos os casos de escoliose, é importante o diagnóstico precoce e a avaliação clínica completa e radiológica do paciente.
A avaliação postural faz parte da avaliação clínica, sendo de fundamental importância para o diagnóstico. Nela, o fisioterapeuta compara os dois hemicorpos do indivíduo nas vistas anterior, posterior e lateral, observando possíveis diferenças e assimetrias, relacionando-as com as suas compensações e sintomas.
O controlo da evolução sistemática é a forma de minimizar os danos dessa patologia que, quando não tratada corretamente, pode causar danos irreversíveis.

 
TRATAMENTO PARA ESCOLIOSE
O plano de tratamento da escoliose baseia-se, na idade, na flexibilidade, na gravidade da curva e na sua etiologia, compreendendo a correção das deformidades, com tratamento conservador, que inclui fisioterapia e utilização de coletes, adaptação de palmilhas posturais que incrementam a eficácia e o tempo do tratamento (Podoposturologia) ou o tratamento cirúrgico.
Na opção de tratamento conservador a fisioterapia utiliza os benefícios da R.P.G. ou Reeducação Postural Global, como método que corrige ou minimiza a escoliose através da identificação da causa do problema.

Visite-nos e conheça o método de tratamento mais eficaz nas disfunções posturais:
Avaliação Individualizada;
Fisioterapeutas com formação específica em Reeducação Postural Global;
Tratamento Personalizado;
Acesso aos tratamentos mais actuais;
Resultados mais rápidos e eficazes.
Picture
O método utiliza várias posturas de alinhamento mantidas. Esta é uma delas.
Picture
Este é um dos nossos casos de sucesso: Adolescente de 13 anos, com escoliose acentuada e dismetria de membros inferiores (falsa perna curta). Os pais decidiram apostar na realização de sessões de tratamento com Reeducação Postural Global. Raio X extralongo em carga, inicial e final separados por um ano. Após tratamento com Reeducação Postural Global, a melhoria foi evidente e a correcção comprovada com exames complementares de diagnóstico.
]]>
<![CDATA[FISIOTERAPIA NEUROLÓGICA]]>Mon, 06 Feb 2017 08:47:58 GMThttp://proreab.pt/informaccedilatildeo/fisioterapia-neurologica

​Reabilitação de condições clínicas do foro neurológico.


A fisioterapia neurológica actua nas patologias que envolvem o sistema nervoso central ou periférico, provocando distúrbios neurológicos, motores e cognitivos, que se traduzem em alterações complexas do movimento e função.

O objetivo da nossa intervenção, é avaliar essas alterações funcionais e promover padrões motores adequados, através da melhoria da força, coordenação motora e equilíbrio.
Para tal, o paciente é estimulado no sentido de restabelecer as suas funções ou se readaptar à sua nova condição, promovendo a funcionalidade, independência e autonomia, melhorando consequentemente a sua qualidade de vida.
 
Problemas mais comuns:
  • Acidente Vascular Cerebral (AVC);
  • Lesões de nervos periféricos;
  • Lesões Vértebro-medulares (LVM´s), paralisias, tetraplegias;
  • Paralisia facial
  • Esclerose Múltipla;
  • Doença de Parkinson.
  • Distúrbios da marcha e do equilíbrio 
Picture
O paciente é estimulado no sentido de restabelecer as suas funções ou se readaptar à sua nova condição, com a ajuda da fisioterapia.
]]>